faleconosco@oncotrata.com.br

Notícias

Pacientes oncológicos devem tomar a vacina da gripe

Com a chegada do outono e a aproximação do inverno, temperaturas mais baixas passam a fazer parte dos nossos dias. Sendo assim, o clima fica propício para a transmissão de vírus e para a proliferação de fungos e bactérias.

 A Gripe causada pelo H1N1 tem sintomas semelhantes à infecção causada pelos outros subtipos do vírus Influenza (subtipo A H3N2 e subtipos B), porém algumas pessoas como idosos, crianças, gestantes e indivíduos com doenças crônicas possuem um risco maior de desenvolver complicações.

 A vacinação é a melhor e mais segura forma de se proteger contra a doença e suas implicações. Entretanto, existe sempre a dúvida:

Pacientes oncológicos devem tomar a vacina da gripe?

Assim como nos casos de outros tipos de vacinas, pacientes com câncer e em tratamento de quimioterapia têm dúvidas se podem ou não tomar a vacina da gripe. Segundo o site Oncoguia, a vacina é feita com o vírus morto, ela não causa resfriado ou gripe, e pode ser dada para pacientes imunossuprimidos. Da mesma maneira, a vacina pode ser dada a pacientes em tratamento com hormonioterapia.

 

Pacientes que realizam imunoterapia, no entanto, devem discutir com seus médicos antes de receber qualquer vacina por conta de possíveis efeitos colaterais.

 

É preciso ficar atento para pacientes em quimioterapia. De acordo com os quimioterápicos e a imunossupressão que o paciente apresenta, ele pode não ter uma boa resposta imune e não desenvolver os anticorpos necessários para se defender da gripe. Por isso, em muitos casos, é importante que os familiares e cuidadores próximos também sejam vacinados, diminuindo assim a chance do paciente entrar em contato com o vírus.

 

De qualquer forma, a equipe Oncotrata sempre orienta os pacientes a conversar com seu médico oncologista antes de realizar qualquer procedimento médico, incluindo as vacinas de qualquer tipo.

Como se prevenir da gripe?

Além da vacinação, é importante lembrar que existem outras medidas que são importantes para a prevenção da doença e podem ser incluídos no dia a dia da família:

  • Lavar e higienizar as mãos com frequência.
  • Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talher, copo e garrafa.
  • Evitar tocar mucosas do olho, nariz e boca.
  • Ter boa alimentação e beber bastante líquido.
  • Evitar contato com pessoas que estejam com sintomas da gripe.
  • Manter a sua casa bem arejada.

O que é a gripe?

A gripe é uma infecção viral aguda do sistema respiratório, de elevada transmissibilidade e distribuição global, causada pelo vírus da influenza. Há três tipos de vírus da influenza: A, B e C. Pode se disseminar facilmente entre as pessoas.

Quais os sintomas da gripe?

Febre alta, dores musculares, dor de cabeça, dor de garganta. A Influenza (gripe), se não tratada a tempo, pode evoluir para pneumonia ou outras complicações, principalmente nas pessoas com mais de 60 anos, crianças menores de cinco anos, gestantes e doentes crônicos.

Como a gripe é transmitida?

A transmissão da gripe ocorre por meio de secreções das vias respiratórias da pessoa contaminada ao falar, tossir, espirrar ou pelas mãos, que após contato com superfícies recém‐contaminadas por secreções respiratórias pode levar o agente infeccioso direto à boca, olhos e nariz.